Lista 1

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

10 questões sobre a evolução humana


Os humanos são uma espécie única no planeta, e muitos detalhes sobre a nossa evolução ainda permanecem um mistério. Por que evoluímos para esta direção e não para outra? Por que somos a única espécie humana que ainda existe? Que outros caminhos a nossa evolução poderia ter tomado? E, mais importante: para onde vamos? Confira as respostas para algumas destas questões!


10. De onde vieram os humanos modernos?


O debate mais intenso sobre a evolução humana é sobre o local de origem dos humanos modernos. Uma hipótese afirma que os nossos ancestrais saíram da África, de onde se espalharam lentamente por outras partes do mundo, substituindo populações existentes de humanos mais arcaicos. Já a hipótese multirregional acredita que os humanos modernos evoluíram em grandes áreas de humanos arcaicos, com populações de diferentes regiões se encontrando e juntando as características que formam a população moderna. A primeira hipótese é a mais aceita entre especialistas, mas a multirregional também tem um grande número de adeptos.

9. Quem foi o primeiro hominídeo?

Cientistas descobrem cada vez mais antigos hominídeos, bípedes que eram nossos primos, com os quais tínhamos um ascendente em comum, e nossos ancestrais diretos. A tentativa de encontrar o mais antigo é frequente pois a descoberta poderia ajudar a responder questões fundamentais sobre a evolução humana, como quais adaptações aconteceram no corpo humano e em que ordem elas ocorreram. Atualmente, a ossada mais antiga encontrada pelos cientistas é a de um Ardipithecus ramidus, que tem 4,4 milhões de anos de idade.

8. Os humanos procriaram com os Neandertais?

É possível que os humanos tenham procriado fora da sua espécie? Será que nossa espécie ainda pode ter genes de nossos parentes extintos? Alguns cientistas sugerem que os Neandertais não foram extintos, e sim foram incluídos na sociedade humana moderna através da procriação entre as espécies. Isso é pouco provável já que o cruzamento entre espécies gera apenas híbridos que não podem se reproduzir, como a mula.



7. Por que a humanidade moderna saiu da África há 50 mil anos?

Há aproximadamente 50 mil anos, humanos modernos saíram da África e passaram rapidamente a viver em praticamente todos os continentes, chegando até a ilhas remotas no Pacífico, por exemplo. Vários cientistas supõem que a migração foi ligada a uma mutação que transformou nossos cérebros, permitindo o uso de linguagens complexas e permitindo que os humanos usassem ferramentas mais sofisticadas, além da criação das artes e das sociedades. A visão mais popular sobre o assunto acredita que este comportamento já existia antes da migração, e que a população possa ter se tornado excessiva na África, causando esta revolução evolutiva.

6. O que é o “hobbit”?

Esqueletos encontrados em 2003 na Ilha de Flores, na Indonésia, foram chamados de “hobbits”. Cientistas não sabem se as pequenas ossadas encontradas pertencem a uma espécie humana extinta ou se são exemplos de Homo sapiens modificados, híbridos ou deformados. Outra dúvida é se eles são apenas uma espécie diferente da nossa ou se são tão diferentes de nós quanto os chimpanzés. Especialistas confiam que descobrir a resposta a essas questões poderia ajudar a lançar uma luz sobre os rumos da evolução humana.

5. A evolução humana está acelerando?

Evidências recentes sugerem que a humanidade não apenas ainda está evoluindo como também está evoluindo cada vez mais rapidamente. Muitos cientistas contestam a validade desta afirmação, dizendo que é muito difícil ter certeza se certos genes realmente ficaram mais proeminentes porque oferecem benefícios adaptativos. Ainda assim, se a evolução está acelerando, por que isso acontece? A alimentação e doenças modernas podem ser algumas das pressões que fizeram com que a nossa genética mudasse.

4. Por que nossos parentes próximos foram extintos?

Há aproximadamente 24 mil anos, a nossa espécie, Homo sapiens, não estava sozinha no mundo. Os nossos parentes mais próximos, os Neandertais, ainda estavam vivos. A ossada dos “hobbits” encontrada na Indonésia também poderia fazer parte do gênero Homo, e, de acordo com pesquisas, viveu a até 12 mil anos atrás. Por que estas espécies morreram e a nossa sobreviveu? Mudanças em seu ambiente ou infecções mataram estas espécies? A nossa espécie acabou com as outras? Evidências apontam para as duas possibilidades, mas não há certeza do motivo que levou à extinção destas espécies.

3. O que aconteceu com nossos pêlos?

Uma diferença grande entre os humanos e nossos “primos” evolutivos é a nossa falta de pêlos. Uma hipótese sobre a menor quantidade de pêlos dos humanos afirma que nossos ancestrais evoluíram para perder os pêlos enquanto viviam nas savanas quentes da África. Outra possibilidade é que os pêlos contribuíam com infecções de parasitas e suas doenças. Uma teoria pouco tradicional afirma que perdemos nossos pêlos após uma leve adaptação para uma vida aquática, mesmo que a maior parte dos mamíferos aquáticos de tamanho semelhante ao humano tenham pelagem densa.

2. Por que somos bípedes?

Nossos ancestrais desenvolveram uma postura ereta muito antes do desenvolvimento do cérebro humano ou o uso de ferramentas. A pergunta é: por que ter a postura ereta e andar sobre dois pés se os primatas próximos a nós andam em quatro patas? Ter uma postura bípede gasta menos energia do que andar sobre as quatro patas, além de liberar os braços para serem usados para carregar comida. Além disso, esta postura pode ter ajudado no controle da temperatura corporal, pois diminui a quantidade de pele exposta diretamente ao sol.

1. Por que desenvolvemos cérebros grandes?

Não há dúvidas que nossos cérebros grandes deram aos humanos uma vantagem enorme em relação aos outros animais. Ainda assim, o cérebro humano é um órgão extremamente custoso ao corpo: ele utiliza apenas 2% da massa corporal humana, mas utiliza quase um quinto da nossa energia.

Há 2 milhões de anos, nenhum de nosso ancestrais tinha um cérebro maior que o dos primatas. Então o que causou este aumento? Uma possibilidade é que o aumento da inteligência ajudou para que nossos ancestrais construíssem ferramentas melhores. Outra hipótese afirma que o aumento do cérebro ajudou nas relações com outros humanos, mas a mudança também pode ter ocorrido para que nossos ancestrais pudessem lidar com as mudanças do mundo.

Um comentário:

  1. Olha.. sou geneticista e tem algum erros no seu texto.. primeiro que nem todos os híbridos são estéreis.. existem inúmeros exemplos de híbridos férteis.. nínguem EVOLUE para perder pelos.. enfim.. tem vários erros no texto mas pela curiosade vale

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito importante para mim!

Você também poderá se interessar por estes artigos:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...